Por um oceano sem plásticos

poluição marinha

Por cerca de 1 ano e meio, um grupo de pesquisadores ligados a organização internacional Oceana, debruçou-se em análise sobre os dados disponíveis relacionados à poluição do oceano e seu impacto na vida marinha e humana. O resultado, como era de se esperar, não é nada positivo e gerou o extenso relatório “Um oceano livre de plástico: desafios para reduzir a poluição marinha no Brasil” (disponível para download aqui).

A Oceana foi fundada em 2001 e, segundo seu site, é a maior organização internacional focada exclusivamente na conservação dos oceanos buscando proteger a biodiversidade e aumentar a abundância deste meio, através de mudanças nas políticas públicas dos países que têm governança sobre a maior parte dos recursos marinhos mundiais.

O relatório, bastante minucioso, analisa as deficiências da gestão de resíduos e propõe medidas para reduzir a poluição marinha no território brasileiro.

Fonte: Oceana Brasil

Comentários

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on pinterest