Resenha: Livro Mente Minimalista – Gianini Ferreira

Mente Minmalista | Gianini

É possível viver de modo sustentável, prático, sem excessos e ao mesmo tempo pleno? A resposta dada por Gianini Ferreira em seu terceiro livro Mente Minimalista (abaixo segue uma pequena Resenha) é SIM. Não só possível, mas necessário.

A palavra sustentabilidade, já há muito tempo, faz parte do cotidiano de todos nós. Sendo a linguagem algo vivo e mutante, é natural que com o passar do tempo estes termos acabem por perder algo de sua gênese, muitas vezes deixando para trás parte de seus sentidos originais.

A rigor, sustentabilidade se refere a utilização dos recursos presentes no planeta de modo que isso não comprometa as possíveis necessidades das gerações futuras. Sua origem latina “sutentare” (cuidar, sustentar, defender…) deixa claro isto. Mas, apesar de sua clareza e de sua penetração em nosso cotidiano, ao observarmos nosso modo de vida atual, nada parece estar mais distante do que um modelo de vida sustentável.

Uma catástrofe iminente


Não parece ser exagerado afirmar que estamos caminhando, todos, em direção a uma catástrofe iminente. Há muito os sinais já se transformaram em fatos irrefutáveis e a implicação de nossos hábitos pessoais nisso tudo já não é algo que o bom senso possa negar. Incidência de novos vírus, desertificação e a inconsequente exploração desenfreada de recursos naturais, impasses em relação ao que fazer com o excesso de lixo produzido, etc.

Costumamos tratar tal paradoxo (destruir o planeta que nos serve de morada) de modo quase abstrato, como se nosso comportamento cotidiano nada tivesse a ver com a questão, contudo, um exame mais minucioso da questão, sem dúvida apontará para a necessidade de uma revisão econômica (no sentido mais amplo do termo) de nossas práticas.

Talvez aí esteja um dos grandes méritos do livro Mente Minimalista, trabalho abrangente e minucioso realizado por Gianini Ferreira: implicar nossas escolhas (que são feitas partir de nosso modo de pensar), portanto, nossas ações, diretamente à problemática acima colocada e apresentar alternativas que apontem para possíveis soluções.

Para além de apresentar um quadro claro do problema, o livro nos oferece alternativas comportamentais apresentadas de modo bastante pragmático, acompanhadas de reflexões voltadas à necessária mudança de atitude em relação ao problema no qual estamos envolvidos, apontando para mudanças profundas de pensamento e comportamento.

Nas palavras do autor, o livro se dirige a

…quem reconhece que ultrapassou o limite do que é essencial para viver e decidiu simplificar a vida de maneira consciente, em busca de mais significado. Não se trata apenas de remover excessos, mas, principalmente de decidir sobre o que vale a pena manter na vida…Potencialmente, o minimalismo é para qualquer pessoa disposta a participar ativamente da criação de uma nova civilização, aprendendo a analisar o impacto das escolhas que faz nas coisas mais simples da vida.”

Consumo: o cerne da questão

Os apelos ao consumo se tornam cada vez mais sofisticados tornando a resistência a estes uma tarefa nada fácil. Grande parte do que é produzido com a exploração de recursos naturais tem como objetivo um consumidor final.

Levando em consideração o sério comprometimento em relação a saúde do planeta, não só futuro mas também em nossa contemporaneidade resultante destes costumes, muitas vezes irracionais (já que, de certo modo, estamos tornando nossas próprias vidas insustentáveis) caberia a nós, humanos, nos questionar sobre que tipo de vida queremos viver e deixar para os que vem adiante.

O quanto das escolhas que fazemos em relação ao que consumimos, de fato, são nossas e o quanto estas estão moldadas por hábitos impostos por necessidades criadas artificialmente por fatores e agentes que entendem quais são nossos anseios mais profundos enquanto seres humanos, incompletos de diversas formas e por diversos motivos?

Desconstrução de “lugares-comuns”

Aspectos teóricos e práticos são apresentados de modo muito claro e sucinto, em linguagem direta e acessível a qualquer um, independente do nível de conhecimento sobre o assunto.

A leitura nos conduz à necessária desconstrução de “lugares comuns”: opiniões arraigadas absorvidas e naturalizadas, de modo a se transformarem numa espécie de pano de fundo, como se fossem dados e fatos desenvolvidos por nós mesmos e não pacotes de ideias que compramos. Uma construção artificial imposta, por assim dizer

São fartos os exemplos práticos que, para além de contribuir para um modo de vida mais sustentável para o todo, podem, quando aplicadas, modificar-nos como agentes individuais.

Será que precisamos realmente produzir e consumir tanto? Tudo que está a nossa volta, fruto do consumo que fazemos, realmente é indispensável? Precisamos mesmo de tantas coisas ao nosso redor, em nossas casas, em nossa vida, para termos uma existência feliz e significativa?

Será que atribuir ao que temos e consumimos esta importância central, não está apenas ampliando o vazio existencial que parece incomodar tanto o humano moderno?

Questões como estas, acompanhadas de sugestões de mudanças de atitude e de mentalidade, são organizadamente apresentadas neste trabalho, tão necessário como urgente. Um guia para quem procura transformações profundas, Mente Minimalista nos apresenta ao conceito e as atividades ligadas ao minimalismo, assunto que vem tomando cada vez mais vulto entre aqueles que começam a se perceberem não apenas incomodados com os problemas acima, mas também desejam viver de um modo mais interessante, feliz e significativo.

Leitura necessária e urgente.

Sobre o Autor (extraído do site da editora Évora)

Gianini Cochize Ferreira aderiu ao minimalismo em 2015 com o objetivo de criar um estilo de vida mais leve e conectado ao presente. Busca equilibrar o bem-estar individual com o bem-estar coletivo, em uma jornada contínua de reflexão e prática sobre o sentido da vida. Paulista, casado e apaixonado por Patrícia Herrera e sua cachorra Dolores, adotada em 2018, Gianini vive atualmente entre São Paulo e Ilhabela, até concluir mais uma etapa para simplificar a vida. É professor de pós-graduação na FIA, coach, palestrante e facilitador de aprendizagem. Como escritor, também é autor dos livros Influência na carreira (2018) e Mindset de mudança (2019). É criador do projeto “Mente minimalista”, que engloba a publicação deste livro e o documentário de mesmo nome, que será lançado em 2020. Veja também o link para o trailer do documentário no YouTube!

Comentários

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on pinterest